11 de dezembro, 2018

Notícias

Home » Economia » Indicador de preços acumula aumento de 5,92% no ano

Indicador de preços acumula aumento de 5,92% no ano

DA REDAÇÃO • SÃO PAULO

Publicado em 09/08/18

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) desacelerou em julho ao apresentar alta de 0,44% em julho, contra aumento de 1,48% registrado em junho. Com este resultado, o índice acumula avanço de 5,92% no ano e de 8,59% em 12 meses.

Conforme informou ontem (8) a Fundação Getulio Vargas (FGV), entre os componentes do IGP-DI, destaque para a variação do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que representa o atacado que passou de 1,67% em junho para 0,52% no mês passado. O resultado foi puxado pelo subgrupo alimentos processados, cuja taxa passou de 5,52% para 0,64%, nessa comparação. O IPA pondera em 60% o IPG-DI.

Dos demais componentes, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) – com peso de 30% no geral – variou 0,17% em julho, ante 1,19% em junho, com sete das oito classes de despesa que formam o indicador registrando decréscimo em suas taxas de variação.

De acordo com a FGV, a principal contribuição para o recuo do IPC foi Alimentação (1,59% para -0,61%). Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item hortaliças e legumes (-1,90% para -20,54%).

Também apresentaram recuo em suas taxas de variação os grupos: Habitação (1,93% para 1,08%), Transportes (1,25% para 0,00%), Vestuário (0,20% para -0,64%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,40% para 0,27%), Despesas Diversas (0,15% para 0,05%) e Comunicação (0,32% para 0,24%).

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) – que pesa em 10% do IPG-DI – registrou alta de 0,61% em julho, contra 0,97% no mês anterior. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços ficou em 1,08%. Em junho, a taxa havia subido 0,79%. O índice que representa o custo da Mão de Obra registrou variação de 0,23%, ante 1,12%.

O IGP-DI é coletado, pela FGV, entre o primeiro e o último dia do mês de referência.

https://www.dci.com.br/economia/indicador-de-precos-acumula-aumento-de-5-92-no-ano-1.730522

Comentários