20 de janeiro, 2021

Notícias

Home » Gestão » Coaching no varejo ajuda a definir metas e como alcançá-las

Coaching no varejo ajuda a definir metas e como alcançá-las

O empresário do varejo tem de lidar diariamente com diferentes obstáculos, seja um novo concorrente que abre na esquina do seu estabelecimento, a pressão por resultados, a recessão econômica, conciliar vida pessoal e profissional e até a insegurança por não se achar capaz de gerenciar o negócio.

Com a finalidade de preparar melhor a pessoa e o profissional para a sua atuação, tem crescido a procura pelo Coaching no segmento de varejo. Segundo o IBC (Instituto Brasileiro de Coaching), trata-se de um processo que produz mudanças positivas e duradouras em um curto espaço de tempo, de forma efetiva e acelerada. Coaching significa tirar um indivíduo de seu estado atual e levá-lo ao estado desejado de forma rápida e satisfatória.

No processo, o Coach (profissional capacitado e habilitado a aplicar os processos, técnicas e ferramentas da metodologia) ajuda a pessoa a desenvolver novas habilidades e competências, identificar pontos de melhoria, vencer limitações, definir metas e objetivos e assim, alcançar seus resultados desejados, seja em âmbito pessoal ou profissional.

Para o coach Vincenzo Lasalvia, o autoconhecimento é um dos aspectos fundamentais para o empresário conseguir superar os desafios. “Reconhecer suas competências, pontos fortes e pontos fracos para lidar com um determinado contexto é importante. Da mesma forma, ele deve ter claras as competências, pontos fortes e fracos de sua equipe, para tirar o melhor do seu time e mantê-los motivados”, diz o especialista.

O foco também pode ser diretamente no varejo, a exemplo do que faz a consultora Évora Ferraz, para aumentar o desempenho em vendas. “No nosso programa Coaching de Varejo, tudo começa com a análise de pontos chave e identificação de possíveis lacunas que estejam prejudicando os resultados. A partir daí, avaliamos fatores como atendimento ao cliente, motivação das equipes, treinamento de lideranças, até questões relativas a marketing, comportamento do consumidor e vendas”, explica.

Os tempos mudaram e também a forma como as pessoas compram e se relacionam com produtos e serviços, o que exige novas habilidades dos empresários. “As competências tidas antes como eficientes já estão desatualizadas e não são mais suficientes. Um empresário que não saiba dominar a sua mente, sua emoção e não saiba claramente onde quer chegar é presa fácil de concorrentes. É preciso ter habilidade para se auto motivar, independentemente do cenário, e desenvolver uma força mental, uma vontade de vencer como os atletas fazem”, diz a especialista.

Ainda que as pressões e exigências sejam altas no setor do varejo de alimentos, é preciso sempre buscar inovar para conquistar o público. “Quanto mais opções o varejista puder oferecer ao cliente como uma experiência de compra inigualável, mais vendas realizará. O pequeno e médio varejista precisam mudar o seu mindset, a sua forma de pensar e ver o mundo, porque isso envolve sair da zona de conforto”, analisa Évora. “Em poucos anos teremos uma realidade totalmente diferente no universo do varejo e quem estiver ‘engessado’ vai ter dificuldades para acompanhar a evolução”, conclui.

O coach Vincenzo Lasalvia concorda e vai além: não apenas o pequeno empresário, mas mesmo os grandes, em sua maioria, continuam pensando com o mindset do século passado. “Colocar o foco nas mudanças que ocorrem no mercado, com velocidade cada vez maior, não é uma tarefa fácil no dia a dia de uma organização. Sair da zona de conforto de modelos de negócios que foram exitosos é muito difícil. Desapegar de modelos do passado, melhorar o presente e olhar para o que está vindo é fundamental para qualquer empresa”, analisa.

“As mudanças tecnológicas chegam com uma velocidade cada vez maior e podem nos destruir como um ‘tsunami’, se não estivermos atentos. Monitorar as tendências do mercado, participar de workshops e eventos do setor é uma das formas de observar e identificar como seu negócio pode ser impactado”, completa Lasalvia.

 

MAI/19

Comentários

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá! Tudo bem?
Como podemos te ajudar?